POSTAGENS



29 outubro 2013

Ele merece mais um post

Como sempre,só ele para dá alegria da Mulherada.
Estrias são uma espécie de cicatriz que aparece quando a pele precisa se esticar muito e não tem elasticidade para isso. Aí as fibras elásticas e de colágeno (que dão firmeza à pele) se rompem e o rasgo é preenchido por um tecido desorganizado. São as estrias. A estria vermelha é mais recente e tem essa cor porque, na tentativa de recuperar a região, o local se enche de vasos sanguíneos e incha (pode reparar que elas são mais altinhas também). Depois, as células se acalmam e se compactam.
Mas quem é o culpado no aparecimento das estrias?
As causas do aparecimento das indesejadas estrias são várias: Genética: uma pele elástica e resistente que tenha abençoado as mulheres da sua família, de geração em geração, pode salvá-la da infiltração das estrias no seu corpo ou vice-versa.
Alterações hormonais
A adolescência é marcada pelo aumento da produção de estrógeno e progesterona, bem como pela fase dos “pulos de crescimento” e este descontrole hormonal pode fragilizar as fibras de colágeno e elastina, o que permite a distensão dos tecidos. · Alterações de peso: quem emagrece ou engorda rapidamente e/ou excessivamente tem uma maior probabilidade de registar estrias na pele, uma vez que estas variações de volume contraem e esticam a pele de forma pouco natural. No mesmo sentido, quem pratica musculação também está sujeito a “sofrer” com as estrias e aqui os homens estão, naturalmente, incluídos.
Gravidez
Esta fase da vida de uma mulher está invariavelmente relacionada com as estrias, devido às diversas alterações que o corpo regista. Aproximadamente 75% das mulheres grávidas são afectadas e as estrias atacam principalmente no terceiro mês de gestação (seios e zona lombar) e no sexto (abdómen, glúteos e coxas).
Prevenção e tratamento
Prevenir é sempre o melhor remédio e no caso das estrias isso significa a hidratação diária do corpo, por dentro (consumir água) e por fora (não largue o seu creme hidratante!). Para além disso, aconselha-se a prática de exercício físico moderado, mas regular; a activação do sistema circulatória através de duches onde alterna entre jactos de água quente e fria; deixar de fumar; reduzir ou eliminar o consumo de refrigerantes e cafeína; evitar vestir roupas muito apertadas e que podem constranger a circulação.
Cuide da Alimentação
As falhas nutricionais também têm a sua quota-parte de culpa no aparecimento das estrias, por isso, dê à sua pele tudo o que ela precisa para manter-se lisa e luminosa! Faça questão de consumir alimentos ricos em zinco (peixe, fígado, marisco, gema de ovo, beterraba, alface, couve, tomate, cenoura, cogumelos, espinafres, laranjas, alperces, frutos secos); em vitamina A (atum, espadarte, óleo de fígado de bacalhau, lacticínios, manteiga, queijo, brócolos, salsa, batata, abóbora, milho amarelo, manga, papaia, melão) e em vitamina C (couve-de-bruxelas, acerola, caju, amora, melancia, melão, laranja, limão, tangerina, abacaxi, kiwi, morangos, framboesas). Tanto o zinco como as vitaminas A e C contribuem para a produção de colágeno, uma substância que, para além de activar a circulação sanguínea, transporta nutrientes para as células da derme.
pente
Como fazer o tratamento caseiro
- Um pente fino e Bepantol pomada ou líquido.
- Logo após sair do banho, passe o pente fino aonde está as suas estrias por mais ou menos 5 minutos, passe de baixo para cima;
- Em seguida aplique o Bepantol no lugar onde você massageou com o pente; Faça regularmente o procedimento quando sair do banho.
Super simples meninas, vale a pena tentar. Vi relatos de pessoas que fizeram esse tratamento caseiro e perceberam diminuicao das estrais em ate 60 dias.
Duvidas, entrem em contato.
Beijinhos.
Postar um comentário